Para garantir direitos do consumidor, PROCON-TL orienta lojistas sobre regras na Black Friday

Nesta terça-feira (24), o Programa Municipal de Defesa do Consumidor - PROCON-TL – iniciou a ação de acompanhamento nas lojas que participarão da semana Black Friday em Três Lagoas.

Por Redação FMTLnews 26/11/2020 - 08:40 hs

O Órgão visitou os estabelecimentos com objetivo de orientar os gerentes e lojistas quanto ao que é ou não é permitido na Black Friday. Com intuito de defender os direitos do consumidor e evitar que a empresa tenha futuros problemas, foi explanada a necessidade da publicidade e das ofertas serem as mais transparentes possíveis.

De acordo com o diretor do PROCON-TL, Adenaldo Nunes, a ação identificou alguns lojistas sem conhecimento de irregularidades e com dúvidas sobre valores, publicidade e base de descontos.

“Conseguimos identificar algumas irregularidades e orientar esses lojistas sobre o que é irregular nesta temporada de compras. Alguns estabelecimentos aderiram à Black Friday sem conhecer estas regras e estamos abertos a atender e sanar quaisquer dúvidas dos comerciantes”, explicou.

Segundo o diretor, as lojas não podem:
• Impor venda casada (oferecer serviço, seguro ou produto junto ao objeto da compra)
• Fazer promoção forjada (colocar um preço irreal ao produto como se fosse o preço de vitrine e conceder o desconto com valor aproximado ao já cobrado anteriormente)
• Dar descontos fictícios (se divulga 50%, tem que conceder 50% de desconto)
• Divergência de preço (divulgar um preço e na hora da compra alterar ou cobrar mais pelo produto)
• Divulgar produtos em falta (muitos estabelecimentos fazem isso para atrair clientes a comprar outros itens)
• Propaganda enganosa (tem que cumprir com aquilo que divulgou)

“Caso algum consumidor identifique alguma destas irregularidades pode comunicar imediatamente o PROCON-TL, que iremos ao local. Caso seja comprovada a denúncia, o estabelecimento será autuado”, reforçou Adenaldo.

O PROCON-TL orienta ainda que, produtos anunciados na Black Friday seguem as mesmas regras de troca, garantias e desistência por parte do cliente. “Orientamos também que é direito do cliente testar o produto na loja, principalmente eletrônicos e eletrodomésticos”, concluiu o diretor.
SERVIÇO
Os números para reclamações, sugestões, dúvidas e denúncias são: 151, (67) 3929-1819 / 3929-1820.