ESCLARECIMENTO: Prefeitura de Três Lagoas rebate fake News sobre superfaturamento de respiradores

Por Redação FMTLnews 10/07/2020 - 08:31 hs

Diante de informações falsas e irresponsáveis que circulam na internet, a Prefeitura de Três Lagoas vem esclarecer sobre valores investidos no combate ao Coronavírus. Essas publicações acusam a Administração Municipal de superfaturar a compra dos respiradores utilizados no tratamento de pacientes com COVID-19, comparando com o Governo do Estado.

Essa informação não é verdadeira. A agilidade na decisão de compra, logo no início da pandemia, permitiu que Três Lagoas adquirisse os equipamentos com preços mais baixos em comparação à outras aquisições governamentais, mais tardias.

A comparação feita nessa Fake News não menciona a marca dos equipamentos. Vale informar que todos os gastos relacionados à pandemia são divulgados através de uma página criada pela Prefeitura, exclusivamente para esse fim.

RESPIRADORES MINDRAY SV300

No dia 20 de março, a Prefeitura de Três Lagoas adquiriu 40 unidades de respiradores da marca Mindray, modelo SV300, pelo valor unitário de R$ 85 mil, totalizando R$ 3,4 milhões.

20 equipamentos foram entregues, pagos, instalados e somaram-se aos outros dez pré-habilitados para COVID no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. A previsão é que os outros 20 sejam entregues em setembro, quando o restante do pagamento (R$ 1,7 milhão) será feito.

Para efeito de comparação, o Governo Federal, por meio do Ministério da Defesa, comprou posteriormente o mesmo aparelho (Mindray SV300) para o Hospital Naval de Natal (RN), pelo valor unitário de R$ 120 mil, ou seja, R$ 35 mil a mais do que Três Lagoas pagou. Entretanto, seria leviano afirmar que na compra do Governo Federal houve superfaturamento, pois a lei de oferta e procura, que rege qualquer mercado,  provocou a alta do preço dos aparelhos.

Clique para acessar e comparar a NOTA DE EMPENHO do Governo Federal e A PUBLICAÇÃO DO PORTAL DE TRANSPARÊNCIA da Prefeitura de Três Lagoas.

A Prefeitura de Três Lagoas entende que a informação correta e verdadeira é, de fato, uma grande aliada no combate à COVID-19.